21°
Máx
17°
Min

Exército disponibiliza militares no combate contra o Aedes aegypti

Cerca de mil pessoas, entre voluntários, militares e agentes, irão orientar e entregar material informativo para 15 localidades de Ponta Grossa (Foto: Divulgação / Prefeitura) - Prefeituras e Exército se unem contra o Aedes aegypti
Cerca de mil pessoas, entre voluntários, militares e agentes, irão orientar e entregar material informativo para 15 localidades de Ponta Grossa (Foto: Divulgação / Prefeitura)

Neste sábado (13), das 8h às 12h, centenas de cidades em todo o país receberão o reforço do Exército no combate ao Aedes aegypti. Na região dos Campos Gerais, as cidades que terão o reforço militar na lua contra a dengue, febre chikungunya e zika vírus são Ponta Grossa, Castro e Palmeira.

Em Ponta Grossa, a atividade acontecerá simultaneamente em 15 localidades da cidade como/; Borato, Bom Sucesso, Jardim Los Angeles, Palmeirinha, Verona, Santa Paula, São José, São Sebastião, Santo Antônio, Santa Terezinha, Vila Estrela, Cipa, Santa Maria, Santa Tereza e Santa Mônica. “Temos 34 localidades com índice de infestação. Essas 15 regiões são prioritárias, devido o maior índice de infestação. Percorreremos essas localidades em 100%”, explica a coordenadora local do Programa Nacional de Combate à Dengue, Priscila Alves.

Estarão envolvidos 1060 pessoas desde militares da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, dos quartéis do 13º Batalhão de Infantaria Blindada (13º BIB), 3º Regimento de Carros de Combate (3º RCC), Esquadrão de Comando (Esq Cmdo) e 25º Pelotão de Polícia do Exército (25º Pel PE) até os Agentes Comunitários de Saúde e Endemias.

Para melhor orientar, tirar todas as dúvidas e conscientizar a população, a SMS treinou os militares nesta manhã (12). Foram passadas as principais situações que devem ser verificadas nas residências “Essa parceria surtirá um efeito rápido e em curto tempo”, destaca a coordenadora.

Castro

O secretário municipal de Saúde de Castro, Julio Sandrini, ressalta que a adesão dos moradores à ação é fundamental. “Esse é um momento para todos trabalharmos em conjunto com um mesmo objetivo, eliminar o Aedes aegypti em nossos municípios. Por isso a mobilização da população é tão importante, somente com a colaboração de todos conseguiremos de fato eliminar cada um dos criadouros do mosquito Aedes aegypti e proteger nossas famílias”, destaca.

O comandante do 5º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado, major Gustavo Soter de Mariz e Miranda, que coordena a atuação dos militares na ação, salienta que a participação popular é indispensável. “Neste primeiro momento o trabalho do Exército será acompanhar os agentes de endemias e também conscientizar a população sobre a importância de combater os focos do mosquito. Na próxima semana faremos as vistorias nas residências”. O major ressalta que é também papel do Exército estar presente na comunidade, contribuindo nas suas demandas. “Com essa ação gostaríamos de ressaltar que a população pode confiar nas forças armadas como uma instituição de Estado pronta e disposta a servir a sociedade no que for necessário, não apenas no combate ao Aedes aegypti, o que é muito importante, mas como uma instituição presente na sociedade”, frisa. 

Ao todo serão mais de 130 militares em ação, acompanhados dos 19 agentes de endemias da Secretaria de Saúde. A ação inclui a orientação dos moradores e a entrega de panfletos sobre combate ao mosquito, eliminação dos criadouros e prevenção das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.

Além disso, na próxima terça-feira (16) a Vigilância Sanitária realiza a capacitação sobre identificação dos criadouros do mosquito Aedes aegypti para todos os militares que sairão às ruas na quinta-feira (18) fazer a vistoria nas residências do município.

Colaboração Assessorias de Imprensa.