27°
Máx
13°
Min

Falso médico aplica golpe em famílias com pacientes internados na UTI em Maringá

Um falso médico que se aproveita da vulnerabilidade de famílias com parentes na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para obter dinheiro. Esse é o novo golpe que está sendo investigado pela Delegacia de Estelionatos de Maringá, onde quatro vítimas já fizeram denúncias.

Passando-se por médico, o golpista liga na casa das famílias com pacientes internados em um hospital particular de Maringá. Ele alega que precisa de um depósito em conta para continuidade do tratamento.

Preocupadas com os parentes, as vítimas depositam o dinheiro e só depois descobrem se tratar de um estelionato. O que intriga a Polícia Civil é como o criminoso descobre os dados dos pacientes do hospital.

O delegado Leandro Roque Munin faz um alerta aos moradores de Maringá. “A gente sempre tem que certificar. Hospitais não costumam ligar e cobrar as pessoas por telefone e nem pedir que seja feito depósito em conta”, apontou.

Caso alguém receba um telefonema suspeito, a orientação é que compareça ao hospital e descubra pessoalmente se o pedido é real ou não. Veja a matéria de Índio Maringá e Manoel Vilela na Rede Massa/TV Tibagi.