28°
Máx
17°
Min

'Falso médico' é detido atendendo em hospital de Curitiba

'Falso médico' é detido atendendo em hospital de Curitiba

Um homem de 44 anos, identificado pela polícia como Emerson Eduardo Toldo, foi preso em flagrante na última sexta-feira (17), sob a acusação da prática dos crimes de estelionato, falsidade ideológica e documental e exercício ilegal da medicina. Conforme o delegado responsável pela Delegacia de Estelionato, Wallace de Oliveira Brito, o suspeito vinha agindo na cidade há cerca de seis meses. Ele se apresentava e atendia como médico em um hospital.

Ainda segundo a polícia, ele se dizia médico residente em Cardiologia. Com o suspeito, foram apreendidos um diploma falso de medicina, jaleco de médico e um estetoscópio (equipamento usado para ‘escutar’ o coração, pulmão). A polícia destacou que o diploma falso apresentado por Toldo seria de uma instituição de ensino da Bolívia.

Os policiais iniciaram as investigações que levaram ao suspeito, após denúncias de que familiares de pacientes em tratamento, estariam sendo vítimas de golpe, que consistia em pedir depósitos aos familiares alegando que o valor seria usado para pagar medicamentos que o hospital não forneceria.

O delegado destacou que Toldo já tinha passagens pelo setor policial pelo crime de estelionato.

Hospital

A assessoria de imprensa do hospital Cruz Vermelha, disse por telefone, que avalia a situação e verifica se a direção irá se posicionar oficialmente sobre o ocorrido. Ainda conforme a assessoria, em um primeiro momento, "o acusado não seria médico do hospital, apenas fazia um curso de especialização na área de cardiologia". A assessoria ainda disse, que o padrão do hospital, para residentes e especializandos, é o de "não atender pacientes sem a supervisão de um médico responsável".

 Colaboração Paula Caroline Schreiber