21°
Máx
17°
Min

Falta de licitação gera multas de R$ 14,5 mil a ex-prefeito de Mallet

Foram adquiridos 23 itens sem licitação, segundo apontamento do TCE (Foto: Divulgação) - Falta de licitação gera multas de R$ 14,5 mil a ex-prefeito de Mallet
Foram adquiridos 23 itens sem licitação, segundo apontamento do TCE (Foto: Divulgação)

A contratação de bens e serviços sem licitação resultou na aplicação de 10 multas, que somam R$ 14.509,80, a César Loyola Flenik, prefeito de Mallet (142 quilômetros de Ponta Grossa) na gestão 2009-2012. A Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) aprovou a tomada de contas extraordinária decorrente de inspeção do Plano Anual de Fiscalização (PAF) de 2014 e aplicou a sanção ao ex-gestor.

A Coordenadoria de Fiscalização Municipal do TCE-PR (Cofim), antiga DCM, constatou que, no exercício de 2009, foram adquiridos 23 itens, entre bens e serviços, sem a formalização de processo licitatório. O valor total dispendido no período foi de R$ 913.917,19. As contratações configuraram a ocorrência de fracionamento das despesas do município, já que houve a compra sucessiva de mercadorias e serviços da mesma natureza em determinado período.

Em sua defesa, o ex-prefeito alegou que "o valor encontrado como sendo sem licitação não é expressivo diante do total de recursos movimentados pelo Município naquele exercício, e que não restou configurado desvio de recursos ou favorecimento de servidor ou agente político". Para a unidade técnica, ficou configurada "verdadeira ausência de planejamento do quanto ia ser efetivamente gasto no exercício de 2009, prevalecendo como regra no ente municipal a aquisição direta".

Colaboração Assessoria de Imprensa.