21°
Máx
17°
Min

Família doa órgãos de homem vítima de homicídio

(Foto: Evandro Artuzzi / Rede Massa) - Família doa órgãos de homem vítima de homicídio
(Foto: Evandro Artuzzi / Rede Massa)

Órgãos de um homem vítima de homicídio no Sudoeste do Estado vão ajudar a salvar a vida de, pelo menos oito pessoas. O coração foi para São Paulo (SP) e os pulmões foram enviados à um paciente de Porto Alegre (RS). Na tarde desta terça-feira (14), após ter sido decretada a morte de Emerson Ternoski, 25 anos, a família autorizou a doação do coração, pulmões, pâncreas, rins, fígado e córnea.

Emerson estava internado na UTI do Hospital São Francisco desde sexta-feira (10), quando foi atingido na cabeça por um tiro. O crime aconteceu na propriedade da família, na comunidade de Linha Quebra Braço, em Renascença, após uma discussão motivada por divisa de terras.

De acordo com a esposa, Marinês da Silva, o tiro transfixou a cabeça e o marido não resistiu, vindo a óbito na manhã desta terça-feira. Em entrevista à Rádio Onda Sul FM, ela contou que a decisão de doar os órgãos foi tomada em conjunto com os pais e irmãos de Emerson. “Decidimos em conjunto, por que queremos salvar outras vidas, afinal de contas o Emerson era uma pessoa feliz, estava sempre sorrindo e tenho certeza que ele está no céu muito feliz com nossa decisão. Quem receber os órgãos dele, se for triste vai se tornar feliz como ele era”, disse.

“Hoje é um dia triste para nós e ao mesmo tempo alegre”, disse a esposa do doador no momento em que as equipes deixavam o Hospital São Francisco. O corpo de Emerson Ternoski, 25 anos, foi recolhido ao IML para necropsia e depois foi liberado à família velório e sepultamento, em Renascença.

Colaboração portal RBJ