24°
Máx
17°
Min

Fecea debate como proceder em relação a estudante que ameaçou matar alunos e professores

(Foto: Rede Massa) - Fecea debate como proceder em relação a estudante que ameaçou matar alunos e professores
(Foto: Rede Massa)

Na tarde desta quarta-feira (13), a Universidade Estadual do Paraná (Unespar) do campus de Apucarana (Fecea) decide como vai proceder em relação às ameaças de morte feitas pelo aluno Fábio Proença Galvão, 32 anos, contra estudantes e professores. A reunião deve contar com a participação da reitoria e procuradoria jurídica da instituição.

Esta semana, a Unespar paralisou as atividades em Apucarana depois que o estudante teve um surto. Fábio Proença Galvão começou a cursar Letras em 2015 e, desde o meio do ano passado, teria um comportamento agressivo. Uma sindicância foi aberta pela universidade para avaliar o aluno e decidir se ele será ou não desligado da graduação.

A Polícia Civil informou que a Unespar ainda não oficializou a denúncia contra Galvão. “O que precisa é que o diretor da universidade venha aqui e faça a representação criminal. O crime de ameaça depende da representação”, explicou o delegado José Aparecido Jacovós.

O estudante esteve preso em janeiro deste ano por oito dias, acusado de furtar objetos de uma igreja. Ele também já possui passagens por roubo, tráfico e uso de drogas.

Colaboração Silvia Vilarinho da Rede Massa