27°
Máx
13°
Min

Feira da Saúde orienta sobre dengue e oferece serviços gratuitos em Londrina

(foto: Divulgação) - Feira da Saúde orienta sobre dengue e oferece serviços gratuitos
(foto: Divulgação)

Neste sábado (30), das 14 às 17 horas, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação de Controle de Endemias, participa da Feira de Saúde do Serviço Social do Comércio (SESC), na rua Fernando de Noronha, 264. Será montada uma exposição sobre diversas endemias, com mostruário dos caramujos africanos e da esquistossomose e bicho barbeiro.

O público também irá receber informações sobre a leishmaniose e sobre as doenças provocadas pelo mosquito Aedes aegypti. Segundo a educadora em Endemias do Município, Lucimara Vasconcelos, além de orientar a população sobre as doenças, inclusive sobre os meios de prevenção, o agente de endemias também poderá tirar dúvidas das pessoas.

Serão levados ainda, materiais lúdicos como maquete, do quintal certo e o errado para evitar os possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, e materiais lúdicos, representando os tipos de criadouros. “O objetivo, em participar destas atividades, é ser multiplicador de informações para o maior número de pessoas possível. Esta feira proporciona isso, pois haverá um grande fluxo de pessoas”, destacou Lucimara.

Na Feira da Saúde do Sesc, a população também poderá receber outros serviços gratuitos como testagem e aconselhamento de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), pelo Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) Londrina; orientação sobre alimentação saudável, que incluem avaliação física, cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC); teste de glicemia e orientação sobre diabetes; avaliação de capacidade auditiva e da acuidade visual; orientação sobre a saúde da mulher, entre outros serviços.

Dengue

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou, nesta quinta-feira (28), o boletim semanal sobre a dengue em Londrina. De janeiro até o momento, foram registradas 13.096 notificações. Deste total, foram confirmados 4.107 casos da doença. Outros 5.845 foram descartados e 3.144 estão em andamento, aguardando os resultados de exames de laboratório.

(com informações do Núcleo de Comunicação)