26°
Máx
19°
Min

Filhos presenciaram pai matando a mãe e cometendo suicídio

Corpo da mulher deve ser sepultado ainda hoje, já o corpo dele, foi liberado nesta tarde (Foto: Rede Massa) - Filhos presenciaram pai matando a mãe e cometendo suicídio
Corpo da mulher deve ser sepultado ainda hoje, já o corpo dele, foi liberado nesta tarde (Foto: Rede Massa)

O caso chocou a sociedade de Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná. Um dia após a tragédia, o que se via no condomínio Santa Rita, na região do Três Lagoas, eram moradores apavorados com a tragédia familiar.

Sem se identificar, uma mulher contou que ajudou a retirar os quatro filhos do casal de dentro da casa.

As crianças de 7 e 2 anos e os adolescentes de 12 e 13 presenciaram a morte da mãe e ainda assistiram à cena do pai tirando a própria vida.

“Dois eu tirei pela porta, os outros dois eu tirei pela janela. Ele pediu para retirar as crianças rapidamente, enquanto desferia golpes de faca contra o próprio corpo”, contou uma moradora.

Josni Dias de Oliveira tinha 37 anos e segundo vizinhos há três, morava no condomínio com a esposa, Sônia Hickimann e os quatro filhos.

Testemunhas disseram à polícia que as brigas entre marido e mulher eram constantes e que a motivação da tragédia ontem (24) foi o ciúme de Josni. Ele acreditava estar sendo traído pela esposa.

As crianças devem receber acompanhamento e vão ficar com a avô materna. Sônia será sepultada ainda hoje, em um cemitério de Foz do Iguaçu. O corpo de Josni foi liberado do IML na tarde de hoje.