22°
Máx
14°
Min

Fitopatologista José Tadashi morre após cair de escada em Londrina

(foto: Canal Rural) - Fitopatologista morre após cair de escada em Londrina
(foto: Canal Rural)

Morreu na noite desta segunda-feira (13) em Londrina o fitopatologista José Tadashi, de 72 anos.

Ele estava internado no Hospital do Coração desde 28 de abril, quando caiu de uma altura de três metros em uma escada em sua casa.

O fitopatologista sofreu traumatismo craniano e contusão ceberal e, na noite de segunda, não resitiu a duas paradas cardíacas. Ele está sendo velado na Associação dos Engenheiros Agrônomos (rua Kozen Igue, 345) e será sepultado no Cemitério São Pedro nesta quarta (15), às 10h30.

Tadashi  era engenheiro agrônomo pela Universidade Federal do Paraná,tinha mestrado na Universidade de Cornell e doutorado em Fitopatologia pelaUniversidade de Illinois (EUA). Ele era uma referência na fitopatologia, principalmente no combate à ferrugem asiática e ao cancro, descoberto no Brasil na década de 1980. O fungo causava severas perdas na lavoura e causou prejuízo de mais de US$ 1 bilhão à época.

Graças ao trabalho desenvolvido em boa parte por Tadashi, a doença pode ser controlada rapidamente e com baixo custo.

"Tadashi estava sempre à frente dos novos desafios que limitavam a produção de soja no Brasil", afirma o chefe-geral da Embrapa Soja, José Renato Bouças Farias. "Por sua dedicação às questões fitossanitárias era reconhecido, não só no Brasil, como em grande parte do mundo, principalmente na América Latina, Estados Unidos e Japão". 

O pesquisador iniciou seu trabalho no Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e trabalhou na Embrapa Soja, de 1978 a 2007. Atualmente, atuava como consultor para produtores rurais e entidades ligadas ao setor produtivo no Brasil e no exterior. Tadashi deixa esposa, quatro filhos e três netos.

(com informações do Canal Rural)