22°
Máx
16°
Min

Fronteira irá receber o Congresso Brasileiro de Zoologia

Foto: Assessoria - Fronteira irá receber o Congresso Brasileiro de Zoologia
Foto: Assessoria

Já confirmada, a 32ª edição do Congresso Brasileiro de Zoologia deve reunir biólogos, estudantes de graduação, pós-graduação e mestrado, além de zoologistas amadores em Foz do Iguaçu. O evento acontece bianualmente e, em 2018, deverá reunir cerca de 3 mil participantes na cidade paranaense. Seguindo os preparativos, no último mês, representantes da Sociedade Brasileira de Zoologia (SBZ), estiveram no Destino Iguaçu para uma visita de inspeção.

Ainda sem data oficial definida, os organizadores esperam definir o local de realização nos próximos meses. Para isso, contam com o apoio do Iguassu Convention & Visitors Bureau para conhecer a infraestrutura do Destino e verificar os equipamentos que serão utilizados na realização do evento.

Luciane Marinoni e Sionei R. Bonatto, respectivamente, presidente e diretor da SBZ, saíram de Foz do Iguaçu com boas impressões do que encontraram. Segundo Eduardo Prinz, coordenador de eventos do Iguassu CVB que acompanhou os representantes, “eles ficaram bem satisfeitos com a estrutura da cidade, o atendimento prestado e a qualidade das empresas do trade local”.

Os representantes da SBZ conheceram a infraestrutura de eventos e participaram de rodadas de negócios com empresas associadas ao Iguassu CVB. Além disso, foram realizadas reuniões com a Dra. Yara Barros - bióloga do Parque das Aves, Ivan Baptison - chefe do Parque Nacional do Iguaçu, Josué Modesto dos Passos Subrinho - reitor da Unila, além de professores da Universidade para formação do comitê local organizador do evento.

Impacto econômico

Durante os cinco dias em que irá acontecer o 32º Congresso Brasileiro de Zoologia, ele deve movimentar na região trinacional mais de R$6 milhões – estimativa que segue os dados do II Dimensionamento Econômico da Indústria de Eventos no Brasil – 2013 -, realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Eventos – ABEOC Brasil em parceira com o SEBRAE, onde são considerados os gastos com alimentação, hospedagem, transporte entre outros.

Colaboração: Assessoria Iguassu CVB