21°
Máx
17°
Min

Funcionários da Embrapa cruzam os braços nesta quarta em Londrina

(foto: Divulgação) - Funcionários da Embrapa cruzam os braços nesta quarta
(foto: Divulgação)

Funcionários da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) de Londrina participam de uma paralisação nacional nesta quarta-feira (29).

Os empregados cobram reajuste digno com reposição das perdas salariais, avanços nas garantias sociais e respeito aos trabalhadores que promovem a segurança alimentar nacional.

A proposta de 8,28% de reajuste, apresentada pela empresa, não foi aceita pela categoria, que pleiteia o IPCA de 9,28% mais o PIB agrícola de 2015 (1,8%).

Questões como os Adicionais de Insalubridade e Periculosidade, Auxílio Alimentação e Refeição, Fornecimento de café da manhã, Auxílio Creche/Pré-escola/Babá e Escola, Promoção e Critérios, Jornada Especial para Motoristas e Licença Maternidade e Paternidade também fazem parte das reivindicações dos trabalhadores nas Negociações do Acordo Coletivo de Trabalho 2016/2017.

 Segundo os funcionários, o órgão ainda enfrenta um contingenciamento no orçamento destinado às pesquisas.

O protesto dos servidores está marcado para as 8h em frente à unidade da Embrapa Londrina, na rodovia Carlos João Strass.