24°
Máx
17°
Min

Gaeco cumpre mandado de busca e apreensão na ‘Operação Pinóquio’

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Cascavel e a Promotoria de Justiça de Proteção ao Patrimônio Público de Toledo, no Oeste paranaense, cumpriram na manhã desta quarta-feira (10) ordem de busca e apreensão na sede do Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná (Ciscopar), nas Secretarias Municipais de Saúde e da Fazenda de Toledo, na Unidade de Pronto Atendimento, na Unidade Básica de Saúde da Vila Pioneiro e em uma clínica particular credenciada ao consórcio de saúde.

Foram apreendidos documentos relativos a investigação sobre suspeita de desvio de recursos envolvendo a Secretaria da Saúde do município, o Ciscopar e um médico sócio da clínica credenciada.

Para preservar a investigação, foi decretado o sigilo de informações sobre o procedimento. 

Nota de Esclarecimento

O Município de Toledo, diante da operação executada pelo GAECO de Cascavel na manhã de hoje, a pedido do Ministério Público de Toledo, em meio a investigação que tem como objeto a prestação de serviços médicos pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste - CISCOPAR, esclarece que, até prova em contrário, confia na idoneidade dos servidores do Município responsáveis pela contração e execução dos serviços investigados e já vinha fornecendo todos os documentos e informações requisitados pelo Ministério Público a respeito dos fatos. 

Lamenta, assim, o procedimento extremo adotado na condução dos trabalhos, que julga terem sido desnecessários, com o risco de prévia e indevida criminalização de agentes públicos de carreira que há anos prestam serviço público à comunidade sem jamais pesar contra eles qualquer suspeita de desvios funcionais.

Colaboração: Assessoria MP