21°
Máx
17°
Min

Gaeco investiga morte de bebês em hospital de Maringá

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) investiga mortes de bebês ocorridas na Santa Casa de Maringá. Uma delas é de Mariah, filha de Franciele Janguas, 21 anos. “A gente imagina a vida inteira, faz plano, imagina a vida, fica esperando, para acontecer isso”, lamenta a jovem.

Com a gestação já avançada, ela sofreu uma queda e recebeu atendimento médico na Santa Casa. No segundo dia de internação, um ultrassom indicou a perda de líquido amniótico e, três dias mais tarde, um médico recomendou uma cesariana. A cirurgia só aconteceu mais de 6h depois e a família suspeita de negligência.

Preocupada, Marley Gonzales, a sogra de Franciele, buscou a médica plantonista. Segundo ela, a profissional foi irônica e declarou que não poderia fazer o parto porque seu expediente terminava em 13 minutos, tempo curto para uma cirurgia. Após o nascimento, Mariah morreu horas depois. 

O Gaeco investiga o caso, especialmente porque na mesma semana morreram outras três crianças, mas as mães não fizeram denúncias. O delegado ouviu 15 pessoas em relação ao tratamento de Franciele, menos a médica plantonista do dia.

O mecânico Leonardo Cerbino passou por uma situação semelhante. Com sete meses de gestação, a mulher dele teve o estouro da bolsa e deu entrada na Santa Casa de Maringá. Ela passou 12 dias internada e só então teve o parto, com o nascimento do bebê já morto.

Indignado, ele lembra das roupas que comprou para o bebê e do fato que teve que carregar o caixão do filho.

Santa Casa

O hospital destaca que a maternidade segue um rigoroso protocolo, com uma equipe de dois médicos plantonistas, enfermeiros, equipe assistencial, psicólogo, seguindo o que manda o Ministério da Saúde.

Das 53 mortes registradas na 15ª Regional de Saúde este ano, 25 foram na Santa Casa, hospital que é referência em partos e recebe 80% das gestantes atendidas pelo SUS. Veja mais detalhes na matéria de Célia Martinez, Alex Magosso, Marcos Vinicius e Creval Sabino veiculada pela Rede Massa/TV Tibagi.