21°
Máx
17°
Min

Gasto de R$ 502 mil em diárias também é alvo de investigação

Foto: Câmara STI - Gasto de R$ 502 mil em diárias também é alvo de investigação
Foto: Câmara STI

O MP divulgou mais uma nota nesta manhã (12) para explicar os mandados de busca e apreensão na Câmara de Vereadores de Santa Terezinha de Itaipu.

Segundo o MP a operação realizada nesta manhã é diferente da ação desencadeada em Itaipulândia, embora os alvos sejam os gatos em diárias e os pagamentos de cursos.

Em Santa Terezinha de Itaipu não houve prisões registradas, mas mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Confira a explicação do MP:

O núcleo de Foz do Iguaçu do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriu na manhã desta terça-feira, 12 de abril, dez mandados de busca e apreensão em gabinetes de quatro vereadores e seis servidores de Santa Terezinha do Itaipu, no Oeste paranaense.

Em ação que corre sob segredo de justiça, o Gaeco investiga desvio de dinheiro mediante pagamento de diárias, pela Câmara Municipal, para participação em cursos.

De janeiro de 2013 a junho de 2015, a Câmara destinou R$ 502 mil em diárias para vereadores e servidores e pagou quase R$ 112 mil às empresas que realizaram os cursos.

Colaboração: Assessoria de imprensa