20°
Máx
14°
Min

Grupo acusado de envolvimento em assalto a carro forte é preso

(Foto: Divulgação) - Grupo acusado de envolvimento em assalto a carro forte é preso
(Foto: Divulgação)

Quatro pessoas foram presas e um adolescente apreendido suspeitos de envolvimento no roubo a um carro forte que saía de um supermercado no dia 7 de agosto, em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Com eles a polícia encontrou três carros roubados, duas armas de fogo e drogas.

Pelo menos sete pessoas ficaram feridas durante a ação, considerada pela polícia bastante violenta, apesar de desastrada. Um dos envolvidos foi ferido pelos próprios comparsas do lado de fora do supermercado e acabou abandonado pelos assaltantes. Ao interrogar o adolescente no hospital, os policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) conseguiram chegar a todos os bandidos.

“No dia tomamos conhecimento de que, no meio da tarde, teria dado entrada no hospital um menor com ferimento por arma de fogo e uma história esquisita. Interrogamos esse menor e a cada dia ele mudava sua versão sobre o motivo que o levou a ser baleado. Depois de quatro dias de interrogatório ele acabou confessando o delito e, inclusive, se queixou muito dos comparsas. Ele era o único que estava com arma curta, era o único que estava sem colete balístico, acabou sendo baleado pelos parceiros e abandonado à própria sorte para morrer”, comentou o delegado titular do Cope, Rodrigo Brown.

Confira a ação dos bandidos:

Oito envolvidos no crime foram identificados. Além dos três presos (Jonatan Tiago Pinto Furtuozo, Emerson Alves de Miranda – conhecido como Galeguinho – e Jonatas Gonçalves Moura – vulgo Jotinha) e do adolescente de 17 anos apreendido, dois morreram. A polícia procura ainda dois envolvidos que estão foragidos: Cristiano Marinhak, vulto Tiana, e Alesson Dilmar Cordeiro.

Os presos foram localizados no bairro Caximba, em Curitiba. No bairro funciona a oficina mecânica de Alesson, onde foi preparado o carro utilizado na ação, que tinha chapas de aço e era blindado por dentro.

Mesmo sem ter participado na ação, o irmão gêmeo de Alesson, que está foragido, foi preso. Ele estava com um revólver calibre 22.