22°
Máx
17°
Min

Homem é preso em Paranaguá acusado de abusar de meninas de 10 e 13 anos

(Foto: Divulgação/Sesp) - Homem é preso em Paranaguá acusado de abusar de meninas de 10 e 13 anos
(Foto: Divulgação/Sesp)

A violência contra a mulher é uma situação absurda e que ainda encontra ressonância na sociedade. Quando a vítima é menor de idade, a situação fica ainda pior, e piora ainda mais, quando a vítima é apenas uma criança.

Nesta semana, em Paranaguá, dois homens foram presos em situações distintas, mas ambos por violência contra menores de idade. Um dos casos, foi o da jovem de 15 anos, que foi morta por agressão, que partiu do ‘marido’ da menina. Ela sofreu um edema cerebral e não resistiu.

De acordo com a polícia, o agressor abusava da vítima desde que ela tinha 11 anos, sendo que tiveram um filho. A menina engravidou aos 12 anos.  

Em coletiva nesta manhã, a Polícia Civil de Paranaguá, revelou que “a menina foi largada na porta da casa da família com quadro de convulsão. O homem afirmou que ela teria caído de bicicleta. A menina foi levada para o hospital e teve alta dias depois. No entanto, ele voltou para o hospital quando foi diagnosticada lesões encefálicas graves e acabou morrendo”.

O homem de 31 anos foi preso em flagrante pelos crimes de estupro de vulnerável continuado e lesão corporal seguida de morte. O corpo de vítima será sepultado nesta tarde em Paranaguá.

O outro caso revelado pela polícia, dá conta que as vítimas, sim, duas meninas, uma de 10 anos e outra de 13 anos,  foram supostamente estupradas por um estivador de 48 anos. Ele foi preso por força de um mandado de prisão expedido pela Justiça. A polícia disse ainda, que o acusado já tinha histórico de estupro de vulnerável. Conforme a polícia, o primeiro caso foi registrado em 2011 e a vítima seria a criança de 10 anos. Em 2014, a vítima teria sido e criança de 13 anos.

Confira a entrevista com o Delegado Nilson Diniz, de Paranaguá:




Colaboração Sesp