28°
Máx
17°
Min

Homem é preso por abusar repetidamente do sobrinho em Pinhais

(Foto: Ilustração) - Homem é preso por abusar repetidamente do sobrinho em Pinhais
(Foto: Ilustração)

Um homem de 58 anos foi preso na noite desta quarta-feira (20) suspeito de abusar repetidamente do sobrinho de 10 anos, em Pinhais. O caso foi relatado para a polícia no último fim de semana, de acordo com informações do Conselho Tutelar da cidade. A mãe, ao saber do abuso pela própria criança, tomou as providências necessárias. Um exame preliminar feito em um hospital de Curitiba comprovou os abusos. O caso acontece praticamente uma semana depois de outro relato de abuso em Pinhais.

A conselheira tutelar Adriana Faria contou que o órgão foi acionado após a comunicação feita pelo hospital e que segue acompanhando o caso. De acordo com ela, o menino de 10 anos fez o relato para a família. A mãe primeiramente registrou o boletim de ocorrência na Delegacia de Pinhais e em seguida foi a um hospital de Curitiba, onde a criança passou pelos exames. O menino não precisou internamento.

“A mãe também veio ao Conselho Tutelar para comunicar o caso. Por sinal, parabenizamos esta mãe por ter tomado as atitudes necessárias rapidamente. Nem sempre isto acontece. Fomos atrás da Justiça e o promotor de Pinhais solicitou a prisão do tio. A juíza também já deferiu o pedido e o mandado de prisão estava na delegacia no final da tarde de ontem”, comenta Adriana.

A conselheira tutelar relata que, no boletim de ocorrência, houve a citação de que o tio já estaria aliciando outro sobrinho, de cinco anos, mas os abusos nesta criança não foram comprovados.

(Foto: Polícia Civil do Paraná)(Foto: Polícia Civil do Paraná)

O superintendente Itamar, da Delegacia de Pinhais, confirmou que o homem foi preso ontem. “Ainda há suspeita de que outros sobrinhos, um de 12 e outros seis, também seriam alvos do homem. Ele se aproveitou da confiança pela relação familiar para cometer o crime”, contou. A polícia deve pedir transferência do tio para outra unidade porque ele tentou cometer suicídio durante a noite. Policiais conseguiram conter e socorrê-lo.

A conselheira tutelar acredita que, em função da grande divulgação da prisão de dois homens suspeitos de abuso de uma menina também em Pinhais, a criança pode ter sido estimulada a denunciar o caso. “Como houve muita repercussão no caso da menina, talvez a criança tenha tomado coragem para denunciar. Ou até mesmo a família, ao ver a reportagem sobre o tema, tenha feito algum tipo de alerta para a criança, para sempre contar se um dia isto acontecesse. O que temos de concreto é que a mãe viu a reportagem”, comenta Adriana.

Ela aproveita para fazer um alerta aos pais, para que sempre observem o comportamento dos filhos. “Mais uma situação como esta serve de alerta para que os pais fiquem de olho. As crianças, quando ocorrem os abusos, tendem a mudar seus comportamentos. Elas ficam mais retraídas, mais tristes e até mesmo apresentam comportamento de adultos”, ressalta a conselheira. Adriana salienta que, a partir de agora, a criança e toda a família passará por acompanhamento psicológico. 

Colaboração Ricardo Vilches / Rede Massa