21°
Máx
17°
Min

Homem ficou preso por dois meses por crime que não cometeu

Foto: Rede Massa - Homem ficou preso por dois meses por crime que não cometeu
Foto: Rede Massa

João Goulart ficou preso durante dois meses na cadeia pública de foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná. Ele foi acusado de ter envolvimento na morte de duas pessoas, mas a Polícia Civil descobriu que o rapaz é inocente.

A família aguardou ansiosa a saída dele, ontem (16), em Foz do Iguaçu. Ao sair da prisão João aparentava tranquilidade.

Ele e outro rapaz foram acusados de executar dois homens. O crime foi no dia 31 de dezembro de 2015 também em Foz do Iguaçu.

Durante os dois meses que o rapaz ficou preso a polícia continuou investigando o caso.  Até mesmo na tentativa de encontrar a segunda pessoa que teria participado do duplo homicídio.

Mas esta semana uma denúncia anônima mudou o rumo das investigações. Uma pessoa afirmou que João não matou as duas vítimas. Ela ainda deu o nome dos dois possíveis atiradores.

Um deles está foragido da justiça. O delegado responsável pelo caso assumiu que o jovem foi preso injustamente. O homem preso injustamente, foi orientado pelo advogado a não dar entrevista, mas por telefone disse que foi bem tratado durante o período que ficou preso.

Ele afirmou ainda que pretende processar o estado por conta da prisão indevida.

Colaboração: Márcio Falcão / Rede Massa