22°
Máx
16°
Min

Homem foi morto em emboscada e usava documento falso

Homem usava documento falso (Foto: Polícia Civil) - Homem foi morto em emboscada e usava documento falso
Homem usava documento falso (Foto: Polícia Civil)

A Delegacia de Homicídios de Cascavel continua os trabalhos de investigação da morte de um homem em uma fazenda, em Juvinópolis, na noite de ontem (27). Segundo a polícia ele já foi identificado e usava documento falso.

Ênio Valdir Wesseling tinha 52 anos de idade e segundo a investigação estava há poucos meses com a mãe, morando na fazenda. O homem era morador de Rondônia, onde respondia por dois homicídios e por uma extorsão.

A polícia apura se a vida pregressa pode ter relação com a morte, já que a vítima foi emboscada e morta ao abrir a porteira da fazenda. Testemunhas disseram que Ênio foi seguido até o local. Ele tentou correr, mas caiu e foi executado pelo atirador.

A identificação verdadeira foi feita com a ajuda do Instituto de Identificação. A polícia ainda não sabe o motivo do homem usar documento falso. O corpo dele foi levado a Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul, onde parte da família reside.

Colaboração: TV Naipi Cascavel