28°
Máx
17°
Min

Homem que fugiu de batida com morte assume que dirigia o carro

- Homem que fugiu de batida com morte assume que dirigia o carro

As investigações sobre um acidente com morte, na BR-277, continuam, em Foz do Iguaçu. Na tarde desta segunda-feira (09), o delegado que preside o caso, Luís Rogério Sodré, confirmou que o homem que fugiu da batida foi identificado como o condutor do carro.

Anteriormente, Fábio Paeetzold, procurou a delegacia para dizer que apenas havia pegado carona, mas na manhã de hoje, após as diligências policiais, ele assumiu que era o motorista do Astra.

A batida terminou com a morte de uma criança de seis anos. A menina chegou a ser socorrida, mas morre no hospital.

Confira a nota enviada pela Polícia Civil, na íntegra:

  • A Polícia Civil de Foz do Iguaçu informa que surgiram novos fatos referentes ao acidente de trânsito ocorrido na data de 01 de maio de 2016, na BR-277, próximo ao Hotel Rafain, envolvendo os veículos Fiat/Uno e um Chevrolet/Astra.
  • No decorrer das investigações surgiram evidências que levaram a autoridade policial responsável pelo caso, Delegado Luís Rogério Sodré, a considerar que o condutor do veículo Chevrolet/Astra, placa CRX-4946 se tratava de Fabio Paetzold, 27 anos.
  • Na declaração do dia 03 de maio, Fábio teria afirmado ser apenas um ocupando do veículo Astra na data do ocorrido.
  • Entretanto, todas as provas colhidas pelos investigadores nos últimos dias levaram a autoridade policial a acreditar que Fábio seria o condutor do Astra.
  • Na manhã desta segunda-feira, Fábio Paeetzold, compareceu a 6ª SDP, assumindo ser o condutor do veículo. 
  • Durante a declaração, Fábio alegou que conduzia com velocidade compatível à rodovia, e que o veículo Fiat/UNO estava sem sinalização, isto é, com as luzes do veículo apagadas.
  • Fábio afirmou não ter se apresentado anteriormente devido às retaliações e por não possuir habilitação para a condução de veículo automotor.
  • O delegado Sodré, aguarda o resultado dos laudos periciais e investigação na oitiva de testemunhas. 

Colaboração: Assessoria de imprensa