22°
Máx
14°
Min

Homem que matou por acerto de contas vai a júri

Um réu deve ir a júri nesta terça-feira (10), em Foz do Iguaçu. Ele é apontado como autor de uma morte, ocorrida após uma briga, em Foz do Iguaçu. O crime foi no Jardim São Paulo, na rua Francisco Padilha, no dia 04 de setembro de 2015.

Os dois suspeitos estavam de moto. Entraram na casa da vítima e mataram ela dentro do banheiro. David Willian Gazoni foi morto com quatro tiros de revólver calibre 38. Em poucas horas a polícia conseguiu encontrar os suspeitos Jacson Douglas Militter da Silva, e Rodrigo de Oliveira. Jacson confessou e o motivo: um acerto de contas.

Dos dois suspeitos detidos, apenas Jackson Militter vai sentar no banco dos réus, Rodrigo Oliveira foi impronunciado, o ministério público entendeu que ele não teve participação ativa no homicídio e que vai responder apenas pelo porte ilegal de arma de fogo, até porque o revólver usado no crime foi achado debaixo do travesseiro dele.

A defesa do réu trabalha para tentar ao menos reduzir a pena do jovem.

Colaboração: Vinícius Machado / Rede Massa