21°
Máx
17°
Min

Homem que matou por ciúmes é julgado na fronteira

Foto: Rede Massa - Homem que matou por ciúmes é julgado na fronteira
Foto: Rede Massa

Um homem que matou a esposa está nos bancos dos réus, nesta terça-feira (05), em Foz do Iguaçu. Aldino Renner confessou o assassinato da mulher, após desconfiar de uma suposta traição.

O crime foi registrado em janeiro do ano passado. Pouco mais de um ano após, ele submetido ao júri popular. Conforme a promotoria de justiça, o réu confessou o crime e deu detalhes de como tirou a vida da companheira.

A mulher teve o pescoço cortado e ainda foi agredida na cabeça com golpes de tijolo. A investigação foi rápida e um dia após a morte, o suspeito foi preso.

A vítima, Alívia Nobuhara tinha 52 anos e morava sozinha. Conforme o MP, a vítima já havia registrado um boletim contra o companheiro.

A expectativa é que o júri dure até o início da noite.

Colaboração: Luciana Barcellos / Rede Massa