23°
Máx
12°
Min

Horário de verão termina às 23h59 deste sábado

Economia absoluta de energia foi de 0,5% em 2016, a exemplo dos anos anteriores, segundo o ONS (Foto: Agência Brasil) - Horário de verão termina às 23h59 deste sábado
Economia absoluta de energia foi de 0,5% em 2016, a exemplo dos anos anteriores, segundo o ONS (Foto: Agência Brasil)

O horário de verão brasileiro se encerra às 23h59 deste sábado (20), depois vigorar por quatro meses. Os relógios devem ser atrasados em uma hora. A medida vale para as regiões Sul, Sudoeste e Centro-Oeste. A diminuição da demanda por energia chegou a 4,5% nas três regiões.

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrica (ONS), o horário de verão possibilitou a economia de R$ 162 milhões neste período porque não foi necessário acionar as usinas termelétricas para garantir o abastecimento em horários de picos.

O horário de verão é aplicado no Brasil como política pública de uso eficiente de energia elétrica desde 1931. De acordo com o ONS, a média de redução na demanda de energia no horário de maior consumo vem sendo de 4,5% nos últimos dez anos.

Além disto, a medida vem gerando uma economia absoluta de energia de 0,5% a cada ano. Isto equivale o consumo mensal de energia da cidade de Brasília em todo o período de horário de verão.

Aeroportos e rodoviárias

Os passageiros que estão com viagem marcada neste domingo (21) devem prestar atenção nos horários marcados em seus bilhetes. As passagens aéreas são sempre emitidas com o horário local vigente na origem. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) orienta que os passageiros entrem em contato com as companhias em caso de dúvidas.

Os passageiros de ônibus intermunicipais e interestaduais também devem ficar atentos aos horários para não correrem o risco de perderem as viagens. As empresas de ônibus podem ser procuradas para a confirmação dos horários.

Colaboração Agência Brasil e Ministério de Minas e Energia