22°
Máx
16°
Min

IML de Umuarama passa por obras após recomendação da Vigilância Sanitária

(Foto: Google Street View) - IML passa por obras após recomendação da Vigilância Sanitária
(Foto: Google Street View)

O Instituto Médico-Legal (IML) de Umuarama iniciou esta semana obras para a correção de problemas apontados pela Vigilância Sanitária e Sanepar, como o descarte irregular de resíduos. Na próxima segunda-feira (20), o chefe do órgão na cidade, Aldo Pesarini, vai a Curitiba discutir os problemas com a direção.

Em abril, a Vigilância Sanitária iniciou a apuração de problemas estruturais. Além da chegada de líquidos das necropsias diretamente na rede de esgoto, foi apontada a necessidade de um sala específica para exames em corpos em avançado estágio de decomposição e também uma para exames clínicos.

O chefe do IML em Umuarama, Aldo Pesarini, declarou que estão sendo executados ajustes no encanamento que estaria rachado. Em relação à readequação do espaço, ele declarou que o problema requer mais tempo para resolução.

“Em 15 dias (prazo dado pela Vigilância Sanitária) não dá para resolver. Teria que ter a troca do prédio ou adequar. E ainda tem o problema da falta de profissionais, de recursos humanos”, declarou.

O Instituto Médico-Legal está com 50% de déficit no quadro de servidores, com três médicos quando precisaria de seis, dois motoristas e dois agentes, quando precisaria de quatro em cada função.

O órgão ainda não respondeu os questionamentos feitos pela Vigilância Sanitária e informou que a direção em Curitiba será acionada para posicionamento. Pesarini apontou que o presídio, que funciona ao lado, seria o responsável por alguns problemas encontrados, como de resíduos de fezes na rede de esgoto.