23°
Máx
12°
Min

Índice de infestação de dengue atinge menor nível desde 2013

(Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas) - Índice de infestação de dengue atinge menor nível desde 2013
(Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas)

A secretaria de Saúde de Londrina divulgou, na manhã desta sexta-feira (12) o terceiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (Liraa) deste ano no município.

O índice ficou em 0,3%, o menor desde 2013. No início deste ano, a cidade havia registrado índice de 8%, que caiu para 2% em abril e agora chegou aos 0,3%,  considerado satisfatório segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) por estar abaixo de 1%. No mesmo período (julho/agosto) do ano passado, o índice era de 1,6%.

A região central da cidade apresentou o índice mais alto (0,78%), com destaque para a área do Zerão, onde a infestação chegou a 3,45%. A zona leste, local considerado mais crítico em levantamentos anteriores, agora apresentou o menor índice, 0,21%.

Entre os principais criadouros do mosquito, segundo levantamento da secretaria de Saúde, estão os vasos de plantas, tambores e piscinas. “Tivemos uma melhor resposta na eliminação dos criadouros intradomiciliares e isso só foi possível através da informação que chega dentro das casas dos cidadãos. Por isso, temos que continuar em alerta e atentos no combate ao mosquito, porque ele é nosso primordial inimigo”, afirmou o secretário Gilberto Martin.

Em 2016, foram confirmados 4.176 casos de dengue em Londrina. Outros 6,3 mil foram descartados e 2,6 mil aguardam resultados de exames de laboratório, totalizando 13,2 mil notificações.