24°
Máx
17°
Min

Insegurança preocupa usuários da rodoviária

(Foto: Arquivo/SMCS) - Insegurança preocupa usuários da rodoviária
(Foto: Arquivo/SMCS)

Quem costuma frequentar a Rodoferroviária de Curitiba já sabe que a sensação de segurança não é das melhores. Nesta segunda-feira (29) a agressão contra um homem dentro do espaço reforçou o temor dos usuários.

De acordo com a Urbs, responsável pela Rodoferroviária, o caso foi uma briga de torcidas, mas os usuários reclamam das situações de furtos e roubos constantes no local. O problema vai desde abordagens na entrada do terminal até corre-corre assaltantes pelos corredores.

"Logo que você chega na rodoviária já tem aquela sensação de insegurança, com vários moradores de rua pedindo dinheiro na calçada. A área de embarque é mais tranquila, mas ao andar pelo espaço a movimentação é grande. Já cheguei a presenciar um assalto enquanto entrava, quando um homem pegou a bolsa de uma mulher e saiu correndo, os taxistas até chegaram a tentar ajudar, mas não conseguiram pegar o suspeito", contou uma usuária que mais de uma vez por mês frequenta o local e preferiu  não se identificar.

A Urbs informou que a Polícia Militar, que possui um módulo dentro da rodoviária, é responsável por atender as ocorrências. No entanto, a PM destacou que a responsável pelo espaço é a Urbs. Além disso, guardas municipais fazem patrulhas pelo espaço, além da contratação de segurança privada, o que não tem sido suficiente.

A reportagem aguarda retorno da assessoria de imprensa da Guarda Municipal.