24°
Máx
17°
Min

Integrantes de quadrilha do 'novo cangaço' são presos na Operação Terrore em Apucarana

A Polícia Militar e o Ministério Público deflagraram a operação Terrore nesta quinta-feira (6) e prenderam quatro pessoas em Apucarana, acusadas de integrar uma quadrilha de explosões e roubos a agências bancárias. O grupo é formado por dez pessoas, sendo que parte do bando já estava presa.

Segundo a Polícia Militar, os criminosos atuavam de duas maneiras, uma delas como “quadrilha da dinamite”, com explosões de caixas eletrônicos, mas boa parte de suas ações se dava como “novo cangaço”, ‘sitiando’ municípios pequenos e rendendo várias pessoas.

Uma das ocorrências mais violentas foi em Querência do Norte, no dia 9 de maio, quando foram assaltados o Banco do Brasil e o Sicredi. Um ‘cordão humano’ de reféns foi colocado pelos bandidos em frente às agências para impedir a ação da polícia.

O bando agiu pelo menos 11 vezes nos municípios de Jaguapitã, Rio Branco do Ivaí, Centenário do Sul, Marialva, Atalaia, Porecatu e Querência do Norte, sendo que em pelo menos três ocasiões houve troca de tiros, tanto com PMs quanto acusados feridos. Dois dos envolvidos seriam do estado de Goiás, sendo que um foi morto em confronto.

Nessa quinta-feira, durante o cumprimento dos mandados, ainda foram achadas 26 caixas de cigarros contrabandeados.

(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação)