24°
Máx
17°
Min

Investigação de acidente com quatro mortes na Dez de Dezembro vai para o Ministério Público

(foto: Jairo Nascimento/Rede Massa) - Investigação de acidente com 4 mortes na Dez de Dezembro vai para o MP
(foto: Jairo Nascimento/Rede Massa)

A investigação sobre o acidente que matou quatro pessoas na noite de 24 de julho na avenida Dez de Dezembro, em Londrina, está na Delegacia do Adolescente.

O motivo é o fato do motorista do Vectra que bateu violentamente contra uma árvore ter apenas 15 anos. Em um primeiro depoimento, ele negou que estivesse na direção. Depois, porém, acabou confessando que conduzia o carro.

A mãe do adolescente foi responsabilizada, mas apenas assinou um termo circunstanciado por fornecer carro a uma pessoa sem habilitação. “Já o motorista vai responder por ato infracional, equiparado ao crime de homicídio praticado na condução de veículo automotor”, informou o delegado Ernandes Cezar Alves.

Assim que o procedimento na delegacia do Adolescente for concluído, será encaminhado à Promotoria de Infância e Juventude e posteriormente à instrução judicial, que pode determinar a qual medida socioeducativa o motorista deve responder.

A punição mais grave seria uma internação por um período de até três anos.

Ainda são aguardados os resultados da Polícia Científica para apontar se o adolescente consumiu bebida alcoólica ou drogas antes do acidente. Ele nega o fato, mas usou a rede social Facebook cerca de duas horas antes da colisão, postando uma imagem em que aparece um litro de whisky, uma garrafa de energético e um narguilé.

 Morreram no acidente Mateus Lopes Felício, de 18 anos, Estefanny Tavares Soares, 16, Layra Giovana da Silva Moreira, 19, e João Victor Tavares de Souza, 16 anos, que morreu na noite da última sexta-feira (12), após 19 dias internado na Santa Casa de Londrina.

Além do motorista, apenas outro adolescente de 13 anos sobreviveu ao grave acidente.