22°
Máx
16°
Min

Jovem de 19 anos morre e família acusa negligência de UBS em Marialva

Angélica sofreu de apendicite (Foto: Divulgação) - Jovem de 19 anos morre e família acusa negligência de UBS
Angélica sofreu de apendicite (Foto: Divulgação)

Uma jovem de 19 anos, moradora de Marialva (a 11 quilômetros de Maringá), morreu após um apendicite que evoluiu para um quadro de infecção generalizada. A família acusa negligência da rede municipal de saúde e conta que Angélica Bonifácio foi cerca de dez vezes à unidade básica em busca de atendimento, sem que houvesse o diagnóstico correto.

No fim do mês de julho, a jovem começou a sentir fortes dores na região do abdômen e procurou atendimento no posto de saúde. Segundo a família, ela esteve na UBS cerca de dez vezes, recebendo diferentes diagnósticos, como gases.

Segundo a tia Gilene Feliz dos Santos, a sobrinha sempre recebia soro e foi atendida por quatro médicos diferentes nas diversas visitas. Em uma das consultas, um profissional pediu exames de sangue, urina e ultrassom, apontando supostamente pedra no rim.

Como as dores não passavam, Angélica foi encaminhada ao Hospital Universitário de Maringá, onde foi constatado o rompimento do apêndice. Bastante debilitada, ela sofreu com uma infecção e veio a óbito. A família acredita que a jovem estaria saudável hoje, caso a doença tivesse sido diagnosticada antes.

Questionada sobre a situação, em nota, a Prefeitura Municipal de Marialva informou que os exames feitos pela jovem não indicavam qualquer tipo de doença grave, que tudo foi feito dentro das possibilidades e que lamenta o ocorrido.

Colaboração William Souza da Rede Massa