22°
Máx
16°
Min

Juntos CEEBJA e Hemocentro fazem a diferença

O projeto “Doação de Sangue” surgiu em 2013 com o objetivo de ampliar as doações de sangue voluntárias (Foto: Assessoria de imprensa) - Juntos CEEBJA e Hemocentro fazem a diferença
O projeto “Doação de Sangue” surgiu em 2013 com o objetivo de ampliar as doações de sangue voluntárias (Foto: Assessoria de imprensa)

Conscientizar e sensibilizar as pessoas da importância da doação de sangue, medula óssea e órgãos para transplantes é foco de projeto idealizado pela professora Lucimar Aparecida Pagliosa, do Centro Estadual de Educação Básica para Jovens e Adultos – CEEBJA Joaquina Mattos Branco, implementado com apoio da Equipe do Serviço Social do Hemocentro Regional de Cascavel.

O projeto “Doação de Sangue” surgiu em 2013 com o objetivo de ampliar as doações de sangue voluntárias, vindo a solucionar a carência de doadores.

O envolvimento de profissionais do Hemocentro permitiu um trabalho de maior proporção, levando estudantes de Biologia não apenas a conhecer e colaborar com o estoque do Hemocentro Regional de Cascavel, mas também a serem multiplicadores das informações junto à comunidade, que passou a participar mais ativamente das ações implementadas.

O resultado não poderia ser diferente, o CEEBJA passou a ter um Banco de Sangue Virtual e as práticas, hoje, vão além de coletas sanguíneas e cadastros de medula óssea, sendo executadas nas seguintes etapas:

  • palestras para ampliar conhecimento humano, científico e tecnológico;
  • aulas expositivas no Hemocentro – Hemotur;
  • orientações para a prevenção de doenças do sistema circulatório;
  • exames laboratoriais;
  • doação de plaquetas;
  • encaminhamento a órgãos específicos, dependo do grau da doença;
  • fenotipagem (identificação de doadores fieis de sangue, regularmente).

Em virtude do caráter solidário e de cidadania, como forma de reconhecimento ao trabalho realizado, em 2013, o CEEBJA recebeu do Hemocentro a homenagem “Mérito Solidário”.

O mérito conquistado com as ideias colocadas em prática, que representa parte dos esforços conjuntos para a construção de um mundo melhor, consta na publicação de Suseli Vasconcelos Carneiro e Lucimar Aparecida Pagliosa, de 2014, pelo Centro Técnico-Educacional Superior do Oeste Paranaense (CTESOP-PR), intitulada “Levantamento da tipagem sanguínea e o fator RH dos educandos da Educação de Jovens e Adultos em Cascavel – Paraná”.

Colaboração: Assessoria de imprensa