26°
Máx
19°
Min

Justiça bloqueia bens de servidor que se manteve 'fantasma' por quatro anos em Loanda

Réu é funcionário do Instituto de Identificação (Foto: Sesp) - Justiça bloqueia bens de servidor que se manteve 'fantasma' por 4 anos
Réu é funcionário do Instituto de Identificação (Foto: Sesp)

A Justiça determinou a indisponibilidade de bens de um servidor público do Instituto de Identificação do Paraná, acusado de ser um ‘funcionário fantasma’ em Loanda (a 77 quilômetros de Paranavaí). O Ministério Público identificou que, durante quatro anos, entre 2012 e 2016, o funcionário recebeu regulamente seu salário sem efetivamente trabalhar. Por isso, a Promotoria entrou com uma ação denunciando o homem por improbidade administrativa.

O réu alegou que durante o período prestou serviço na Prefeitura Municipal de Porto Rico. Porém, nem ele e nem o prefeito do município souberam informaram qual era a função desempenhada pelo servidor do Instituto de Identificação. Além disso, não foi encontrado um documento que oficializasse a cessão do acusado para o Executivo. 

Devido aos argumentos apresentados pelo Ministério Público, a Justiça decretou a indisponibilidade de bens e também determinou a suspensão da contagem do tempo de serviço para eventual concessão de aposentadoria.

Colaboração MP-PR