27°
Máx
13°
Min

Justiça determina afastamento do prefeito de Loanda, Flavio Accorsi

Prefeitura firmou contrato com hospital sem licitação (Foto: Prefeitura de Loanda) - Justiça determina afastamento do prefeito de Loanda
Prefeitura firmou contrato com hospital sem licitação (Foto: Prefeitura de Loanda)

A Justiça determinou o afastamento liminar, por 180 dias, do prefeito de Loanda (a 77 quilômetros de Paranavaí), Flávio Accorsi. Foi acatado o pedido feito pelo Ministério Público. Segundo a 2ª Promotoria, o município contratou o hospital do qual é sócio o irmão do chefe do Executivo, para atendimentos de pediatria.

O contrato com o hospital foi feito sem processo licitatório, contrariando as orientações da Controladoria Interna, Comissão de Licitação e Procuradoria Jurídica do Município. O vínculo tem validade de 12 meses, com valor de R$ 16 milhões, dos quais R$ 300 mil já haviam sido pagos até julho.

O Ministério Público constatou as irregularidades e entrou com o pedido de afastamento do prefeito, além da requisição para indisponibilidade de bens no valor de R$ 1 milhão contra Flávio Accorsi, sua sobrinha, que assinou o contrato representando a empresa, e o hospital.

O afastamento do prefeito e o bloqueio dos bens foram acatados, além da suspensão do contrato. Accorsi já tem um histórico de problemas e chegou a ser afastado e preso em 2014, acusado de usar maquinário público em sua fazenda. Também foi alvo de uma Comissão Processante pela Câmara.

A reportagem do Massa News tenta contato com a prefeitura, mas até as 10h30 desta terça-feira (2), ninguém havia atendido no gabinete.

Colaboração MP-PR