22°
Máx
14°
Min

Justiça interdita trecho da PR-445 liberado pelo DER

(foto: DER/Divulgação) - Justiça interdita trecho da PR-445 liberado pelo DER
(foto: DER/Divulgação)

O juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Emil Gonçalves, atendeu pedido do Ministério Público e concedeu liminar determinando a suspensão das obras e a interdição da PR-445 nos viadutos sobre a avenida Dez de Dezembro, Guilherme de Almeida e Waldemar Spranger. O último viaduto teve o tráfego liberado no início desta semana pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

O Ministério Público se baseou nas avaliações do Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina (CEAL) e na apresentação de cálculos e relatórios pelo DER. Segundo a argumentação do MP, a paralisação das obras é justificada pelo risco oferecido aos motoristas já que os viadutos não apresentam sinais de estabilização devido às rachaduras e fissuras nos muros de contenção.

Em 15 de março, o DER apresentou relatório de estabilidade demonstrando que os riscos estruturais estão descartados, mas é necessário um trabalho de reforço nos muros laterais.

No entendimento do juiz, “a medida mais aderente e idônea para a satisfação da situação é a interdição temporária de parcela da rodovia, compreendida nos pontos indicados”. Gonçalves determinou que o DER providencie, em 24 horas, sinalização viária na rodovia indicando a interdição, além de demonstrar pontos de desvio de tráfego e acessos alternativos.

Além disso, o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA) tem prazo de 10 dias para designar um profissional para periciar as obras, com mais 30 dias para entregar um laudo conclusivo.