20°
Máx
14°
Min

Justiça mantém prisão preventiva de motorista que matou idosa atropelada em Maringá

Em audiência de custódia realizada na manhã desta segunda-feira (18), a Justiça manteve a prisão preventiva de Dimas Vinicius Socreppa, 65 anos, gerente de negócios em uma cooperativa de crédito e marido da vereadora Márcia Socreppa. Ele conduzia o Ford Ecosport que atropelou duas idosas, matando uma e deixando outra gravemente ferida na última sexta-feira (15).

O acidente aconteceu no cruzamento das ruas Vereador Basílio Sautchuk e Néo Alves Martins. Um vídeo gravado por uma câmera de segurança mostra o momento em que as senhoras atravessavam e, no meio do trajeto, foram atingidas pelo Ecosport.

(Foto: Divulgação/andrealmenara.com.br)(Foto: Divulgação/andrealmenara.com.br) 

O impacto causou a morte de Elza Capelette Ortiz, 80 anos, e deixou uma idosa de 74 anos ferida, que foi levada ao hospital. Dimas Socreppa parou para prestar socorro, mas estava com a Carteira de Habilitação vencida desde 2010 e suspensa desde o ano passado.

Por isso, foi encaminhado à delegacia, onde foi autuado por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar. Após o fim de semana na cadeia, ele foi levado para audiência de custódia, onde um juiz analisou o caso e manteve a prisão preventiva.

(Foto: Índio Maringá/Rede Massa)(Foto: Índio Maringá/Rede Massa)

Colaboração Murilo Gatti da Rede Massa

Vídeo: André Almenara/andrealmenara.com.br