27°
Máx
13°
Min

Justiça pede prisão de empresário acusado de participação em homicídio

(Foto: Dia a Dia Arapongas) - Justiça pede prisão de empresário  acusado de participação em homicídio
(Foto: Dia a Dia Arapongas)

A justiça decretou a prisão preventiva do empresário Carlos Alberto Nicastro Artacho, acusado de participação no assassinato do motorista de coleta seletiva Fernando Begali dos Santos, em 28 de setembro de 2015.

Artacho havia prestado depoimento na semana passada na 22ª SDP, mas informações desencontradas sobre o caso levaram o delegado-chefe Osnildo Carneiro Leme a pedir a prisão do empresário.

Indícios apontam que Artacho teria participado do planejamento do crime, trazendo Yago Rodrigues de Oliveira, 20 anos, de São Paulo para a execução. O jovem está preso desde dezembro.

O filho do empresário, Carlos Henrique Artacho, também é considerado foragido. De acordo com as investigações, ele teria levado Yago até o local do crime. Registros de ligações telefônicas recebidas pelo autor do crime comprovariam a atuação de pai e filho.

A morte de Fernando Begali teria sido encomendada depois que ele entrou com uma ação trabalhista contra a empresa dos acusados. O homem foi morto com quatro tiros enquanto dirigia um caminhão da coleta seletiva de Arapongas no distrito de Aricanduva.

Quem tiver informações sobre os empresários pode repassá-las à Polícia Civil no telefone (43) 3252-0100.