28°
Máx
17°
Min

Kireeff fica no PSD, mas deixa candidatura à reeleição em aberto

(foto: N.Com/Divulgação) - Kireeff fica no PSD, mas deixa candidatura à reeleição em aberto
(foto: N.Com/Divulgação)

Mesmo recebendo convites de três partidos, o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, confirmou nesta segunda-feira (4) que permanece no Partido Social Democrático (PSD) até o final do mandato, em 31 de dezembro.

“Achei que seria mais correto terminar o mandato pelo partido pelo qual fui eleito. Mesmo considerando divergências em relação à posição do partido, que muitas vezes não se coloca de maneira clara em questões importantes”, disse o prefeito em entrevista à rádio Paiquerê AM, citando como exemplo a liberação de bancada em relação ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e a falta de posicionamento no caso da operação Publicano, que investiga um esquema de corrupção na Receita Estadual do Paraná.

Questionado sobre a possibilidade de ser candidato à reeleição, Kireeff manteve o discurso feito desde o início do mandato. “A reeleição não faz parte dos meus planos. Mas deixo a ressalva de que pode acontecer diante de um fato inusitado ou uma questão especial que não consigo prever. Quem poderia imaginar, quando fui eleito, que neste momento o Brasil estaria discutindo impeachment? A gente não sabe o que vai acontecer”.

De acordo com o calendário divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os partidos devem definir os candidatos a prefeito em convenções realizadas entre 20 de julho e 5 de agosto. A propaganda eleitoral é permitida a partir de 16 de agosto, começando dez dias depois no rádio e televisão.


 As eleições municipais serão realizadas em 2 de outubro.