26°
Máx
19°
Min

Ladrões invadem escola e rendem professoras durante aulas em Querência do Norte

Ladrões invadem escola e rendem professoras durante aulas

Professoras do Colégio Estadual Castro Alves, no Centro de Querência do Norte (a 130 quilômetros de Paranavaí), passaram por momentos de terror na noite de terça-feira (13). Já na última aula, a diretora Elaine Gessimara Davies estava na secretaria, onde foi rendida por dois ladrões.

Com uma arma apontada para a cabeça, ela foi levada até a sala usada pelos professores para hora-atividade, onde uma segunda docente foi rendida. Os bandidos roubaram notebooks e celulares das servidoras, além de um computador da escola.

Quando alunos se aproximaram para ver o que estava acontecendo, os ladrões fugiram rapidamente. O colégio localizado na Rua Osvaldo Bertozzi não tem muros, apenas um alambrado que é cheio de buracos. Os criminosos entraram e saíram sem dificuldades, burlando o portão trancado.

“Seria cômico se não fosse trágico. Quando a polícia chegou, nós abrimos o cadeado. Além da sensação de impotência, medo, terror, tinha a preocupação de alguém chegar, de pegar a gente e levar para sala de aula e ter uma reação. Um monte de coisa vem à cabeça”, disse a diretora.

Os bandidos pediam dinheiro, mas não conseguiram e levaram os objetos de valor. Segundo a diretora, a escola já foi alvo de vários furtos, especialmente de botijões de gás. Recentemente, a cozinha foi arrombada e os bandidos levaram quilos de carne, refrigerante e a máquina de lavar calçadas.

O dinheiro arrecadado na festa junina foi usado para implantar uma grade na cozinha, na tentativa de evitar novos crimes.

Protesto

Moradores de Querência do Norte bloquearam a entrada do município nesta quarta-feira (14) para pedir mais segurança. Segundo a professora Elaine Gessimara Davies, a manifestação já havia sido marcada anteriormente em virtude do alto número de roubos que vêm sendo registrados.

“Nós estamos desprotegidos e deveria ter um olhar diferenciado porque, apesar do baixo número de habitantes, é uma cidade que faz divisa com o Mato Grosso do Sul, perto do Paraguai, com cerca de 80 quilômetros de rios”, ressaltou a professora.