22°
Máx
16°
Min

Lavador de carros acusa vereador de usar seu nome para justificar doação eleitoral em Maringá

Um lavador de carros procurou a Polícia Civil para fazer uma denúncia contra o vereador de Maringá Jones Dark (PP), conhecido como Negrão Sorriso. Adriano Rosa dos Santos alega que teve o nome usado ilegalmente para justificar uma doação de campanha no valor de R$ 4 mil.

Em 2014, Santos trabalhou por dois meses na campanha de Jones Dark para deputado estadual, com salário mensal de R$ 1 mil. Segundo ele, o parlamentar teria usado os dados constantes no contrato de trabalho para preencher as informações na Justiça Eleitoral.

Segundo o denunciante, ele não fez qualquer doação ao então candidato a deputado. Por causa da doação e do contrato, ele teria perdido um benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e resolveu denunciar o caso.

Procurado pela reportagem da Rede Massa/TV Tibagi, Jones Dark negou o fato. Ele declarou que há uma “perseguição grande” contra sua pessoa e que todas as doações foram apresentadas corretamente às autoridades.