28°
Máx
17°
Min

Liberada a pesca nos rios do Paraná

(Itaipu/Divulgação) - Liberada a pesca nos rios do Paraná
(Itaipu/Divulgação)

Terminou no domingo (28) o período da piracema, época de reprodução de peixes em que a pesca profissional e amadora fica restrita nos rios do Paraná. A proibição havia começado em 1º de novembro.

Entre as espécies protegidas estavam o Bagre, o Pintado, o Lambari, o Dourado e o Jaú. A pesca fica permitida apenas para as espécies exóticas, como, por exemplo, a Carpa, a Tilápia, o Tucunaré, o Apaiari.

 Na 2ª Companhia de Polícia Ambiental, responsável pela região de Londrina, foram apreendidos mais de seis mil metros de rede, 2,5 mil metros de espinhel, além de 150 apetrecho para pesca, como varas e molinetes, no período da piracema.

Apesar da liberação, a porta-voz da Polícia Ambiental, Camila Reina, reforça a necessidade de obter carteirinha junto ao Ministério da Pesca para a prática, tanto amadora quanto profissional.

O documento custa entre R$ 20 e R$ 60 e pode ser retirado pela internet