21°
Máx
17°
Min

Locutor de “Disapel, a mais simpática”, Elon Garcia, morre aos 81 anos

- Locutor de “Disapel, a mais simpática”, Elon Garcia, morre aos 81 anos

O dono de uma das vozes mais marcantes da TV Paranaense e com um dos jingles mais famosos das lojas Disapel, Elon Garcia faleceu nesta terça-feira (11), em Curitiba. Aos 81 anos, o radialista, publicitário e jornalista, era simplesmente inimitável. Uma voz que marcou gerações e certamente, vai deixar saudades.

Elon Garcia estava internado há um mês no Hospital Nossa Senhora das Graças, onde apresentava uma agravante deficiência renal, o que o impedia de fazer aquilo que mais gostava - locuções e cerimoniais -, e ocasionou o falecimento do ícone paranaense.

O velório de Elon Garcia será a partir desta terça-feira, às 18 horas, na Igreja Adventista do Sétimo Dia, na Rua Carlos de Carvalho, 400. O sepultamento acontecerá às 11 horas no Cemitério Parque Iguaçu, nesta quarta-feira (12).

História e marcas de um ícone paranaense

Garcia iniciou a vida profissional como locutor na Rádio Guairacá, em 1952. Em 1957 e 1958, foi um dos primeiros a participar dos testes de televisão em Curitiba, na época, ainda em circuito fechado. Nos canais abertos, o jornalista tinha presença garantida como o ‘garoto-propaganda’ de marcas.

A partir de 1965, iniciou uma campanha de marketing com as lojas Disapel, onde a fama de Elon Garcia ficou estampada em todos os lugares. O jingle ‘Disapel, a mais simpática’ ficou marcada e até os dias atuais, o locutor é lembrado pelo marketing proporcionado, para a até então, pequena loja de geladeiras.

Em 1971, Elon Garcia fundou a própria agência de publicidade. Especialista e autodidata em matéria de marketing, a Elon Garcia Publicidade S/C, em pouco tempo, era uma das mais procuradas na capital paranaense.

Em 1960, Elon foi uma das primeiras pessoas a figurar nas telas de televisão do Paraná, quando participou da inauguração da TV Paranaense Canal 12, no dia 29 de outubro de 1960.

Elon Garcia também recebeu prêmios como o “Prêmio Colunista Dino Almeida”, na categoria “Publicitário, Radialista, Ator-Produtor”.

O jornalista deixa a esposa, dois filhos e quatro netos.