22°
Máx
14°
Min

Londrina se aproxima dos quatro mil casos de dengue

(foto: Divulgação) - Londrina se aproxima dos quatro mil casos de dengue
(foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou nesta quinta-feira (7) o boletim semanal com dados atualizados sobre a dengue em Londrina. De janeiro até o momento, foram registradas 12.823 notificações. Deste total, foram confirmados 3.991 casos da doença. Outros 4.800 foram descartados e 4.032 estão em andamento, aguardando os resultados de exames de laboratório.

Segundo a gerente de Vigilância Ambiental do Setor de Endemias, Diana Martins, no período do inverno a população deve redobrar os cuidados com os locais que podem se tornar criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus.

A atenção principal deve ser voltada, principalmente, às áreas de residências em que a água é menos utilizada em relação a outras épocas do ano. “As pessoas que tem piscina em casa, por exemplo, devem continuar fazendo a manutenção corretamente. Os moradores devem cuidar de ralos de banheiro, calhas, caixas d’água e outros locais que possam acumular água e folhas, principalmente quando houver chuvas. Também é preciso lembrar de descartar o lixo em local apropriado”, orientou.

Campanha educativa

Para dar sequência aos trabalhos de conscientização em Londrina, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da coordenação de Controle de Endemias, realiza mais uma ação da iniciativa “Inverno sem Aedes aegypti”. Será nesta sexta-feira (8), das 9 às 12 horas, na região norte. O tema é “Agora é hora de Fiscalizar! Todos Juntos Evitando a Proliferação do Mosquito Aedes aegypti!”. As atividades serão concentradas na avenida Saul Elkind, com a rua Joaquina de Oliveira Perfeito e avenida Gines Parra.

Durante a ação, cerca de 20 agentes de endemias e oito agentes comunitários de saúde irão realizar abordagem no semáforo, aos pedestres e também nos comércios. Além disso, serão distribuídos sacos de lixos e panfletos informativos sobre prevenção ao mosquito Aedes aegypti.

(com informações do Núcleo de Comunicação da Prefeitura)