24°
Máx
17°
Min

Mãe de dois adolescentes mortos em acidente na Dez de Dezembro teme impunidade

(foto: João Ramondini/Rede Massa) - Mãe de dois adolescentes mortos em acidente teme impunidade
(foto: João Ramondini/Rede Massa)

Há um mês, Edileuza Tavares Oliveira deixou de sorrir. Ela é mãe de duas das quatro vítimas fatais do acidente registrado na noite de 24 de julho na avenida Dez de Dezembro, em Londrina, quando um motorista de 15 anos perdeu o controle de um Vectra e, em alta velocidade, bateu contra uma árvore.

Estefanny Tavares Soares, de 16 anos, morreu no dia do acidente. João Victor Tavares de Souza, também de 16 anos, ficou internado na Santa Casa por 19 dias, mas não resistiu aos ferimentos provocados pelo acidente.

Edileuza teme que o caso passe impune, já que o motorista do carro é menor de idade. “Alguém é culpado. Tudo bem que meus filhos não foram amarrados até o carro, mas a velocidade não foi respeitada. Ele não estava a 60 quilômetros por hora para causar todo esse estrago”, conta a mãe, que recorre a tratamento psicológico e idas frequentes à igreja para tentar amenizar a dor da perda dos filhos. “Gostaria que outras famílias não passassem por isso”, completa.

Investigado inicialmente pela delegacia de trânsito, o caso foi repassado à delegacia do adolescente, por se tratar de menor ao volante. O procedimento foi concluído pelo delegado Ernandes Cezar Alves e encaminhado à Vara de Infância e Juventude.

 O adolescente poderá responder por ato infracional de crime de trânsito, com internamento por até três anos. Já a mãe dele assinou termo circunstanciado por ceder veículo a pessoa proibida de dirigir.