22°
Máx
17°
Min

‘Maio Amarelo’ tem ações no trânsito de Londrina

- ‘Maio Amarelo’ tem ações no trânsito de Londrina

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina (CMTU) deu início às ações em comemoração ao “Maio Amarelo”, um mês para chamar a atenção da sociedade e alertar sobre o alto índice de mortos no trânsito, além das medidas educativas, de prevenção.

O movimento nacional teve início em 2014 e propõe atividades voltadas à conscientização por meio de notícias, palestras, discussões em grupos e segmentos diversos, dividindo as responsabilidades entre motoristas, pedestres e o poder público por um trânsito mais pacífico e seguro.

Em Londrina, 100 mortes foram registradas em 2015, 47 delas de motociclistas (condutores e/ou passageiros), conforme o estudo ‘Placar do Trânsito’, desenvolvido pela CMTU com base em informações de órgãos como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, SIATE, SAMU, hospitais, Instituto Médico Legal, dentre outros. A faixa etária mais atingida é outro dado preocupante: dos 18 aos 59 anos, correspondendo a 59 mortes do total. 

“Nosso objetivo é engajar a comunidade com o poder público para que possamos refletir e mudar esse cenário. Uma única vida perdida no trânsito já é motivo de grande preocupação. O trânsito é feito por todos e a mensagem principal deste ano é exatamente esta: seja você +1 por um trânsito mais humano”, diz Hemerson Pacheco, diretor de trânsito da CMTU.

O alerta do movimento Maio Amarelo em 2016 trata os acidentes de trânsito como uma verdadeira epidemia, para que a sociedade possa parar e refletir sobre as perdas e ainda sobre os sobreviventes com graves sequelas. Também para os gastos com a saúde pública, com internações hospitalares por longos períodos, custeadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Pesquisas da Organização Mundial da Saúde apontam que esses acidentes são a nona maior causa de mortes no mundo e representam, atualmente, um custo de US$ 518 bilhões por ano.

Para Carlos Eduardo Ribeiro, coordenador de educação no trânsito da CMTU, a tendência é que o Maio Amarelo cresça a cada ano, conquistando cada vez mais adeptos com municípios participantes, ampliando esse caráter de conscientização e prevenção, como já acontece com o outubro rosa, por exemplo. “Precisamos investir nessa cultura preventiva por meio da informação e da educação. Temos acompanhado as campanhas de combate à dengue e ficamos alarmados com os números de doentes nos hospitais, na nossa vizinhança, também com as mortes decorrentes das doenças transmitidas pelo mosquito. Porém, ainda não percebemos o trânsito como uma epidemia, com um alto número de feridos e de perdas, diariamente. Precisamos frear essa estatística”, ressalta.

Programação da primeira semana do Maio Amarelo: 

2/5 | 7h30 – Apresentação do movimento Maio Amarelo para os agentes municipais, na Diretoria de Trânsito da CMTU (Rua Sampaio Vidal, 275)

3/5 | 8h - Apresentação do movimento Maio Amarelo para os setores administrativos, na sede da CMTU (Av. João Cândido, 1.213)

3/5 | 16h – Palestra para funcionários da Bimbo Brasil (ações preventivas, multas de trânsito, segurança na direção, dentre outros temas relacionados)

4/5 | 15h30 - Apresentação do movimento Maio Amarelo para os setores administrativos, na sede da CMTU (Av. João Cândido, 1.213)

5/5 | 9h às 12h - Dia Mundial do Trânsito: ação no calçadão de Londrina, na Av. Paraná com rua Pref. Hugo Cabral. Dinâmica “Celular na direção, não!” Uma rua montada com cones, faixa de pedestre e semáforo em que a pessoa deverá percorrer o trajeto enquanto digita uma mensagem no celular. Pesquisas apontam que o uso do aparelho aumenta em 400% o risco de acidentes. Estima-se que utilizar o celular ao volante a 40km/h equivale a dirigir 70 metros de olhos fechados (às cegas), num tempo de 6 segundos, aproximadamente. Este é o segundo principal motivo de multas aplicadas pela CMTU desde 2015. Somente neste ano foram mais de 3.300 multas, de janeiro a março.

Também será feita a personalização do laço símbolo amarelo em algumas vias da cidade.

6/5 | 14h às 17h – Ações de sensibilização em conjunto com a equipe do “Samuzinho” (de enfermagem) em diferentes pontos da cidade: Calçadão, Av. Higienópolis com Av. JK, Av. Leste Oeste com Av. Rio Branco, na Av. Tiradentes com a rua Bauru e na Av. São João próximo do Lar Anália Franco e Av. Santos Dumont com a rua Augusto Severo.

7/5 | 9h às 12h – Atividades educativas sobre trânsito no calçadão: informativos, cadeira de impulsão, jogos e orientações diversas.

(com assessoria de imprensa)