27°
Máx
13°
Min

Maio Amarelo tenta chamar atenção para alto índice de mortes no trânsito

(Imagem: Divulgação) - Maio Amarelo tenta chamar atenção para alto índice de mortes no trânsito
(Imagem: Divulgação)

Quase dois milhões de pessoas devem morrer no trânsito até o ano de 2020. Esta é uma estimativa da Organização Mundial da Saúde, que estabeleceu o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”.

Para evitar que os números se tornem reais, um movimento mundial tenta usar o mês de maio para colocar em pauta o tema segurança no trânsito. Em sua terceira edição, “Maio Amarelo”, como é intitulado, se inspira no sucesso de outros movimentos, como “Outubro Rosa” e “Novembro Azul”, para fazer com que a segurança viária seja tema de debates e avaliações.

A marca do movimento é simbolizada por um laço amarelo e tem o objetivo de alertar a sociedade sobre o número preocupante de acidentes de trânsito e, assim, “acionar cada cidadão a adotar comportamento mais seguro e responsável, tendo como premissa a preservação da sua própria vida e a dos demais cidadãos.”

Além disso, o movimento ainda quer deixa claro que o Maio Amarelo não é apenas uma campanha temporária. “Cada cidadão, entidade ou empresa pode utilizar o laço do “MAIO AMARELO” em suas ações de conscientização tanto no mês de maio, quanto, na medida do possível, durante o ano inteiro.”

Ao todo, são 23 países mobilizados pela campanha. No Brasil, diversos estados, órgãos públicos e meios de comunicação participam da ação do Maio Amarelo. Aqui no Massa News, todas as reportagens relacionadas ao trânsito contarão com o carimbo do movimento.

Para contribuir com a divulgação da campanha ou até propor uma ação para o movimento, basta acessar o site do Maio Amarelo.