23°
Máx
12°
Min

Mais de 1,8 mil pessoas participam do Dia Nacional da Construção Social

Foto: Assessoria de imprensa - Mais de 1,8 mil participam do Dia Nacional da Construção Social
Foto: Assessoria de imprensa

Mais de 1,8 mil pessoas comparecerem neste sábado (27) à 5ª edição do DNCS (Dia Nacional da Construção Social) de Cascavel, realizado no Centro de Convenções e Eventos da cidade. A ação, que é uma iniciativa da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) e é realizado em diversas cidades do Brasil, foi promovida pelo Sinduscon/Paraná-Oeste (Sindicato da Indústria da Construção do Oeste do Paraná) na Capital do Oeste. O dia foi marcado pela diversão, descontração, cidadania e alegria dos trabalhadores da construção civil e suas famílias, que tiveram um evento dedicado exclusivamente a eles.

O DNCS foi organizado pelo Comitê de Ação Social e Cidadania do Sinduscon, comandada pela engenheira civil Vanessa Percio. Durante a abertura do evento, ela salientou que a festa é fruto de um trabalho longo, conjunto e feito com muito carinho.

O presidente do Sintrivel (Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Cascavel), Roberto Leal Americano, disse que o Dia Nacional é um momento de alegria, de dignidade para uma classe que tanto trabalha. Ele relembrou o crescimento da festa em Cascavel, que está em sua quinta edição, começando tímida e hoje reunindo muita gente. “Esperamos crescer cada vez mais e tornar esse dia sempre melhor”, pontuou.

Já o presidente do Sinduscon/Paraná-Oeste, Edson José de Vasconcelos, relembrou o tema da edição deste ano, que é “Valores Constroem”. O presidente fez um paralelo com a importância de, além de erguermos edificações como o setor da construção faz diariamente, também temos que construir nossos valores. “Precisamos construir a nossa cidadania. Por isso, agora que estamos em um período de eleições, pensem bem em quem votar e escolham seus candidatos com consciência”, disse. Edson também ressaltou que é importante que o evento em Cascavel cresça sempre, todos os anos, já que demonstra a força e a união do setor no Oeste do Paraná.

A FESTA

Este ano a festa teve 39 parceiros e nove patrocinadores. Na parte da alimentação, o DNCS teve pipoca, café da tarde, algodão doce, churros, lanches e refrigerante; para o lazer, o evento contou com exposição de carros antigos, brinquedos infláveis, atrações musicais, torneios de truco e sinuca, tirolesa entre outros; para o setor de educação, os participantes tiveram acesso à escolinha de trânsito, reciclagem, pintura e muito mais; na saúde, foi ofertado teste de visão, distribuição de escovas de dente, teste de glicemia, avaliação de massa corpórea, medicina alternativa e uma série de outras orientações e informações. Os trabalhadores da construção civil e suas famílias também puderam cortar o cabelo, fazer a sobrancelha, ter acesso à emissão de CTPS, à manicure e à aplicação de maquiagem, além de conhecer um pouco sobre as entidades e empresas parceiras. Vale lembrar que também 269 brindes foram sorteados ao longo do evento.

A festa também teve torneio de truco e sinuca. A dupla vencedora do jogo de baralho foi Edson Almeida e Argemiro Berlin, da Cima Engenharia. Na sinuca, quem sagrou-se campeão foi Rodrigo Lucas, também da Cima.

PARTICIPANTES

Sueli Frare da Silva, aposentada, é irmã de um trabalhador da construção. Ela elogiou muito a organização e a iniciativa de promover eventos como esse. “Isso motiva as pessoas e faz com que elas fiquem mais felizes, ainda mais nessa crise que desanimou muita gente. As pessoas precisam se sentir especiais, precisam de carinho e aqui nós temos tudo isso”, comentou.

O servente Francismar Pereira de Brito trouxe toda a família para o DNCS. “Tive até que brigar com meus filhos para que eles fossem cortar o cabelo, porque eles não queriam sair dos brinquedos”, contou. Para ele, o sábado diferente foi uma boa oportunidade de diversão. “Se não tivéssemos isso aqui, ficaríamos em casa”.

O armador Darci Damásio participou pela primeira vez da festa e já garante presença nas próximas edições. “Foi muito bom. Eu e minha esposa fizemos exames, vimos que está tudo bem e fizemos um bom lanche. Todos os anos eu vou voltar”, garantiu.

De acordo com o presidente do Sinduscon-Paraná/Oeste, Edson Vasconcelos, esse evento mostra a saudável união entre trabalhadores e patrões; mostrando que todos estão juntos na construção de um país melhor, com cidadania e inclusão. "Durante de tantas adversidades, de um cenário econômico nebuloso e de tanta descrença nas instituições, esse é um exemplo que dignifica e resgata a nossa crença em dias melhores".  

Vanessa Dias Pércio, coordenadora do Comitê de Ação Social e Cidadania do Sinduscon-Paraná Oeste e uma das responsáveis pela organização do evento, diz que celebrar a importância do trabalhador e de seus familiares é honrar aquele que muito faz pela construção de um país melhor, mais plural e justo, de oportunidades para todos. "Essa é a essência deste dia: celebrar e reconhecer", disse. 

Para o presidente do Sintrivel, sindicato que representa trabalhadores do setor, Roberto Leal Americano, trata-se de um evento que começou tímido, mas que, ao longo de cinco edições consecutivas, foi se aprimorando e hoje faz parte do calendário dos grandes eventos de Cascavel e região.

Colaboração: Assessoria de imprensa