22°
Máx
16°
Min

Mais de 200 alunos ocupam escola para reivindicar melhorias

As aulas em toda a rede estadual voltaram nesta segunda-feira (1º), mas para os alunos do Colégio Estadual Frei Doroteu de Pádua, a realidade é bastante diferente. Cerca de 200 alunos ocuparam a escola, trancaram o portão e garantem que só deixarão o local quando as autoridades se manifestarem sobre as melhorias reivindicadas pelos alunos, professores e funcionários.

Faltam lâmpadas, os banheiros não têm pia, existem salas de aula de madeira em condição precária e a água da chuva fica parada na frente de algumas salas de aula, conforme explicam os alunos. O diretor Luiz Fernando garante que já tomou todas as providências para que o espaço seja reformado. “Vejo [a manifestação] com legitimidade, é válido porque eles que usam o ambiente da escola. Já fiz todo tipo de solicitação, o Núcleo Regional [de Educação] já está sabendo da nossa situação, mas até agora nada”, esclarece.

Os alunos garantem que a ocupação será feita por tempo indeterminado e só deixarão o prédio quando houver uma negociação com o governo estadual que garanta melhorias na infraestrutura do colégio.

A chefe do Núcleo, Maria Izabel Vieira, esteve ainda durante a manhã no colégio para conversar com alunos e professores. “Por enquanto, os professores irão para casa e não teremos aula nesse momento. Vamos conversar com os alunos do colégio, ver qual é a reivindicação, para depois termos uma posição e fazermos a negociação da desocupação”, explica.

Imagens Repórter Sassá em Ação / Difusora 690 AM.