22°
Máx
14°
Min

Mais de 3.800 pessoas participam da caminhada de São José dos Pinhais

(Foto: Divulgação) - Mais de 3.800 pessoas participam da caminhada de São José dos Pinhais
(Foto: Divulgação)

A Caminhada na Natureza de São José dos Pinhais atraiu 3.800 participantes no último domingo (15). Jovens, idosos, caminhantes experientes e iniciantes se juntaram para percorrer um dos circuitos mais conhecidos de turismo rural da Região Metropolitana de Curitiba. A Colônia Mergulhão recebeu os visitantes com festa de igreja e o Instituto Emater comemorou com os caminhantes os 60 anos da Extensão Rural no Paraná.

Na abertura, Audenir Bianchi, 70 anos, foi homenageado. Ele é conhecido nas caminhadas e já acumula 153 percursos. "Meu filho era escoteiro e, ao acompanhá-lo, comecei a tomar gosto pelo contato com a natureza. Em 2008 participei da primeira caminhada, em Almirante Tamandaré, e não parei mais. É muito importante porque a gente faz exercício físico e, ainda, conhece pessoas e as comunidades rurais", afirmou. Outros participantes, como Sandra Baudy, fizeram o percurso pela primeira vez. "É divertido e a gente ainda pode apreciar a paisagem, ver as criações nas propriedades", observou. 

Mata Inativa

Os caminhantes pegaram a direção do Caminho do Vinho, com seus 12 quilômetros e 45 propriedades rurais. A diversidade é grande. No percurso há locais onde o visitante pode apreciar a paisagem, passar por áreas de mata nativa, plantações de olerícolas ou áreas de pasto. Em um dos pontos, os caminhantes foram surpreendidos com um bolo, em comemoração aos 60 anos do Instituto Emater.

"As caminhadas são muito importantes. Primeiro, elas aproximam a população urbana das pessoas que vivem no meio rural, resgatando alguns valores. São, também, uma oportunidade de gerar renda para essas comunidades, pois permitem que as propriedades comercializem seus produtos”, disse o diretor presidente do Emater, Rubens Ernesto Niederheitmann. 

Segundo ele, atualmente a extensão rural acompanha e orienta a organização de 147 caminhadas no Estado. A Secretaria Estadual do Esporte e Turismo e as secretarias municipais querem dazer a sinalização permanente desses circuitos. "Assim as pessoas poderão visitar as comunidades não só no dia da caminhada, mas a qualquer momento que eles desejarem", afirmou. Niederheitmann acrescentou que as caminhadas têm movimentado as comunidades com a estruturação de novos negócios como empreendimentos de hospedagem e ainda estão divulgando a gastronomia local.

Movimento

Ginancarlo Celli, secretário da Indústria e Comércio de São José dos Pinhais, reafirmou a vocação das caminhadas. “O evento traz as pessoas da cidade para o campo, divulga as áreas rurais. Esse público todo movimenta a comunidade, faz com que o turismo local cresça junto aos agricultores familiares”, disse ele. Na opinião de Bernadete Scrobote, presidente da Associação Caminho do Vinho, a cada caminhada o número de participantes aumenta. "Em cada uma dessas oportunidades as pessoas vão divulgando o roteiro e mais gente tem despertado o interesse em fazer o circuito. Divulgamos nossa cultura e nosso folclore", ressaltou.

Colaboração AENPr.