20°
Máx
14°
Min

Mais uma ação rápida de assaltantes para levar celulares de loja

(Foto: Paula Liebert / Estadão Conteúdo) - Mais uma ação rápida de assaltantes para levar celulares de loja
(Foto: Paula Liebert / Estadão Conteúdo)

Uma loja de eletroeletrônicos foi alvo, mais uma vez, de assaltantes na manhã desta terça-feira (29). O estabelecimento fica na Rua Izaac Ferreira da Cruz, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Dois homens, sendo um deles armado, abordaram o funcionário que estava em um balcão de demonstração de aparelhos celulares.

Segundo funcionários da loja, que não quiseram ser identificados, um dos homens mostrou que estava armado e levou 10 celulares, que são avaliados em cerca de R$ 8 mil. O outro suspeito deu cobertura. “Foi uma ação bastante rápida, que não durou dois minutos. Infelizmente, situações como esta já aconteceram outras vezes”, relatou um funcionário.

Neste caso, os dois homens fugiram em uma motocicleta em direção a uma comunidade da região.

Usualmente, assaltantes vão direto nos balcões onde ficam os mostruários de aparelhos celulares. Estas unidades ficam na parte da frente dos estabelecimentos, o que chama ainda mais atenção e facilita a ação dos criminosos.

Desde fevereiro deste ano, o Massa News noticiou pelo menos seis assaltos em lojas de eletroeletrônicos e supermercados em Curitiba e região metropolitana. Os criminosos agem de maneira parecida, ao anunciarem o assalto nas proximidades dos balcões onde ficam os aparelhos celulares, nos casos de estabelecimentos como supermercados e grandes lojas de eletroeletrônicos.

Em 15 de março, uma dupla de suspeitos entrou em uma loja de celulares localizada na Avenida Sete de Setembro, no centro de Curitiba, para levar celulares e notebooks. Os dois ameaçaram os funcionários do estabelecimento.

No dia 14 de março, um estabelecimento de Campina Grande do Sul passou pela mesma situação. Quatro indivíduos armados renderam funcionários e clientes para levar os celulares expostos para venda. No dia seguinte, o mesmo aconteceu em outra loja da cidade, gerando um prejuízo chegou a R$ 15 mil.

Na época, um dos gerentes responsáveis por uma das lojas que foi alvo dos assaltantes, disse à reportagem que os estabelecimentos estavam começando a adotar estratégias, como não deixar estoques deste tipo de produto, para tentar evitar os assaltos.

No dia 26 de fevereiro, um grupo de homens invadiu uma loja especializada em celulares e levou 50 celulares e cinco notebooks, na Avenida Marechal Floriano Peixoto, no bairro Hauer.

Outra ação foi registrada no dia 23 de fevereiro, quando duas lojas de uma rede de hipermercados foram assaltadas da mesma maneira, em Curitiba. As ações aconteceram em um intervalo de menos de 20 minutos, nos bairros Uberaba e Água Verde. Em cada caso, um grupo de homens entrou no hipermercado e se dirigiu ao setor de eletrônicos, levando tablets e celulares.