22°
Máx
17°
Min

Manifestação pede respostas para caso de mulher desaparecida

Costureira Marli da Silva Frizanco não é vista há dois meses e família busca por informações (Foto: Monique Sfoggia) - Manifestação pede respostas para caso de mulher desaparecida
Costureira Marli da Silva Frizanco não é vista há dois meses e família busca por informações (Foto: Monique Sfoggia)

Angustiados com o sumiço da costureira Marli da Silva Frizanco, familiares e amigos realizaram neste domingo (28) uma passeata pedindo uma solução para o caso. Faz dois meses que a mulher está desaparecida. Com cartazes nas mãos, os manifestantes foram às ruas para pedir solução para o caso. Eles se concentraram no calçadão Central de Francisco Beltrão e depois saíram em passeata ao redor da praça.

Desaparecimento de Marli da Silva Frizanco completa dois meses nesta segunda-feira (Foto: Divulgação)Desaparecimento de Marli da Silva Frizanco completa dois meses nesta segunda-feira (Foto: Divulgação)

Marli da Silva Frizanco de 47 anos, desapareceu no dia 29 de junho. Desde então a família não tem notícias dela e pede uma solução para o caso. A filha mais velha de Marli contou que nos últimos tempos o relacionamento dos pais não ia bem, mas que a mãe jamais abandonaria a família desse jeito.

O marido da mulher desaparecida, esteve no local. Ele rebateu as acusações de algumas pessoas e negou que tenha algum envolvimento com o sumiço da esposa. A família da costureira espera que a mobilização ajude a levantar informações sobre o caso e que a polícia possa esclarecer o sumiço dela o mais rápido possível.

Colaboração Monique Sfoggia / Rede Massa.