22°
Máx
17°
Min

Marido traído arma emboscada e mata homem a golpes de machado

Três pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no caso, que foi tratado pela Polícia Civil como latrocínio (Foto: Divulgação / Rede Massa) - Marido traído arma emboscada e mata homem a golpes de machado
Três pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no caso, que foi tratado pela Polícia Civil como latrocínio (Foto: Divulgação / Rede Massa)

A Polícia Civil de Arapoti (135 quilômetros de Ponta Grossa) desvendou nesta quarta-feira (3) um crime cometido na noite do último domingo (31). Rugelson Aparecido Rodrigues, de 41 anos, foi morto com golpes de machado e de barras de ferro e o corpo foi abandonado em uma fazenda a 15 quilômetros da área central da cidade. Três pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no caso, que foi tratado pela Polícia Civil como latrocínio.

De acordo com o delegado Durval Athayde, a vítima tinha um caso amoroso com Jaíne da Silva Barbosa. A mulher, que era casada, contou para o marido sobre o caso. Guilherme de Camargo Pontes decidiu pedir a ajuda de um amigo, identificado como Marcos Antônio Miranda, para dar fim à vida de Rugelson.

Na noite de domingo (31), Jaíne convidou o amante para ir até sua casa, que fica no bairro Industrial. Quando ele chegou, foi surpreendido pela dupla, segundo a Polícia Civil. O corpo foi colocado na S10 da vítima e levado até uma fazenda na área rural da cidade. Um dos suspeitos foi visto por testemunhas circulando com a caminhonete da vítima pelo município, o que despertou a suspeita dos policiais.

Depois de alguns dias, o homem tentou abandonar a S10 em outra fazenda, mas foi flagrado pelo proprietário, que chamou a polícia. O homem foi preso e revelou todo o esquema. As três pessoas foram encontradas e encaminhadas até a delegacia. Como um dos suspeitos estava com a caminhonete de Rugelson, a polícia enquadrou o trio no crime de latrocínio.